18 de setembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais

Comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente

10/06/19 às 10h22 - Atualizado em 10/06/19 às 10h22

Administração Regional do Núcleo Bandeirante e o Córrego Riacho Fundo.
 

Em comemoração à Semana Mundial do Meio Ambiente foi realizada na manhã desta quarta-feira (07/06/2019), a limpeza de um trecho de aproximadamente 4 km do Córrego Riacho Fundo, que atravessa a cidade do Núcleo Bandeirante (antiga “Cidade Livre”, berço da construção da nova Capital).
.

A ação promovida pela Administração Regional do Núcleo Bandeirante teve o objetivo de conscientizar a população sobre a importância dos corpos d´água e das suas Áreas de Preservação Permanente – APP, bem como da necessidade da conservação ambiental desse importante afluente do Lago Paranoá para as futuras gerações do Distrito Federal.
.
Para enriquecer a programação desse dia de comemoração, o Administrador do
Núcleo Bandeirante, Adalberto Ferreira Carvalho, convidou a arquiteta Marta Mondaini da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Habitação – SEDUH, para falar sobre seu projeto prestigiado no Prêmio Santiago de Compostela de Cooperacion Urbana 2009 – “Parque Beira Rio”. Esse projeto teve como objeto de estudo a cidade do Núcleo Bandeirante e o seu espaço natural que é cortado pelo Córrego Riacho Fundo.
.

Verificou-se que, ao longo do tempo, vários fatores e acontecimentos comprometeram a integridade do córrego Riacho Fundo e da sua APP. Os principais problemas constatados foram: ocupações irregulares, contaminação do corpo d’água (esgoto clandestino, entulho, lixo, criação de animais e agrotóxicos da lavoura), processo de erosão das margens e assoreamento do leito, além deintensa degradação da vegetação ciliar nativa.
.

Segundo a arquiteta, “A ação antrópica gerou a necessidade de ações mitigadoras para atenuar os danos ambientais causados ao córrego e à Área de Preservação Permanente – APP. Deste fato originou-se a proposta de criação de um Parque Linear como meio de resgate do Córrego Riacho Fundo para a população, valorizando e qualificando esse espaço no “tecido urbano" e resgatando sua função ambiental no contexto da cidade do Núcleo Bandeirante”.
.

E ela continua, “A tônica deste trabalho se pauta no desenvolvimento urbano sustentável (1), o qual harmoniza e equilibra as diretrizes urbanísticas e ambientais. A principal estratégia é criar um parque linear como instrumento de preservação ambiental e de articulação urbana, promovendo a integração das diversas funções urbanas com os preceitos ambientais de forma a obter uma relação equilibrada e harmoniosa, atenuando os efeitos deletérios de ordem urbanística e social que se consolidaram na Área de Preservação Permanente – APP.
.

Pretende-se que o parque Beira Rio Núcleo Bandeirante seja um local de grande atratividade, capaz de acumular múltiplas funções, como a de recreação, lazer e a de turismo e educação ambiental, objetivando melhoria da qualidade de vida, integração físico–social das comunidades adjacentes, sensibilização e conscientização ambiental e cívica, preservação ambiental, desenvolvimento sustentável, recuperação das áreas degradadas priorizando a vegetação de mata ciliar, valorização da paisagem urbana e gestão de excelência.
.

Constituiu-se aqui não só a oportunidade de requalificação urbanística e de resgate ambiental, mas também de consolidação do papel ecológico e histórico turístico dessa cidade, com atividades de atração regional”.
.

“Nota (1) “desenvolvimento urbano sustentável é aquele que responde às necessidades do presente, de forma igualitária, mas sem comprometer as possibilidades de sobrevivência e prosperidade das gerações futuras” (Relatório Brundtland). É o comprometimento com a renovação dos recursos naturais e a  não degradação do meio ambiente.
.

Afinal, de que adianta melhorar os padrões de vida se em pouco tempo talvez não exista mais condições dela se manter no planeta. Esse comprometimento se faz a partir do nível mais alto de decisão, com a participação dos cidadãos, que devem ser alertados, conscientizados, educados e devem tomar parte no processo”

.
A ação coordenada e supervisionada pela Administração do Núcleo Bandeirante, contou com a presença do Deputado Distrital Hermeto, do Administrador Regional do Núcleo Bandeirante Adalberto e sua equipe, e com o apoio do Rotary, do Projeto Mãos Dadas, da Novacap, da Secretaria de Obras, da Sesipe, do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil.

Acesso à Informação
Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros